Algoritmos: como usar a seu favor

Os algoritmos existem para apresentar o conteúdo mais importante para o usuário. Entenda como eles funcionam e utilize-os a seu favor.

Os algoritmos são o mecanismo por trás das redes sociais. São eles que definem as particularidades de cada rede, filtrando o conteúdo que o usuário mais gostaria de ver e a partir disso, alavanca publicações e evidencia os materiais mais relevantes.

Para muitos, os algoritmos são um completo mistério. E pensando nisso, separamos algumas dicas pra você aproveitar o melhor de cada rede social.

 

O que são e como funcionam os algoritmos?

Os algoritmos são basicamente uma curadoria trabalhando para que o conteúdo mais relevante esteja disponível para cada um dos usuários. É importantíssimo frisar que eles estão em constante evolução e para obter sucesso, é necessário estar por dentro de tudo e se adaptar. 

No início das redes sociais, os algoritmos não existiam, todas as publicações eram exibidas de maneira cronológica. Com o passar do tempo, as redes perceberam que essa não era a maneira mais inteligente de exibir os conteúdos. Assim, os usuários acabavam perdendo muitas publicações que eram do seu interesse.

Atualmente, são levados em conta várias informações para determinar o que vai aparecer para você. Um algoritmo é capaz de considerar as pessoas mais relevantes, os links que você pode clicar e leituras com as quais você possa se interessar. A partir daí, as redes sociais definem qual conteúdo será exibido na sua linha do tempo.

 

Facebook

Existe um trabalho gigante para determinar a relevância de uma publicação. O Facebook foi a primeira rede social a introduzir esse recurso na timeline. Seu sistema de ranqueamento considera a sua interação com a página ou usuário, além da quantidade de seguidores ativos, o número de vezes que você interagiu com conteúdo similar e o tipo de postagem em questão. Atualmente os conteúdos em vídeo tem sido priorizados pela rede.

 

Instagram

O Instagram prioriza postagem que tenham mais probabilidade de te interessar, considerando a sua relação com os usuários, número de curtidas, comentários no post e para quem você envia mais mensagens. Além disso, o horário da postagem precisa ser estudado para prever o momento ideal para que o post apareça na sua linha do tempo.

 

Youtube

O algoritmo do Youtube evolui com uma rapidez imensa. Ele leva em conta o tempo de sessão, o tempo de retenção (tempo que o usuário passa assistindo um único vídeo), avaliações, frequência de publicação e principalmente as tags dos vídeos.

No Youtube, manter um bom tempo de retenção, aliado a uma boa técnica de SEO são imprescindíveis. Outros fatores também devem ser levados em conta como: se o usuário veio de outro site, a busca pelas tags, e saída do usuário por links externos.

 

Twitter

O Twitter ainda é uma das poucas redes sociais que oferecem para o usuário a opção de ver a linha do tempo sem o trabalho tão pesado do algoritmo. Ainda assim os tweets são mostrados pela ordem da relevância, acompanhando as contas que o usuário mais interage. A rede mostra as publicações mais propensas a ganhar engajamento, deixando de lado o horário da publicação.

 

Como usar a seu favor

Uma regra básica para manter a boa relação com os algoritmos é ter uma frequência de publicação. Todas as redes sociais priorizam a quantidade de tempo que os usuários passam dentro da rede social. A intenção é não deixa-los sair. Sendo assim, quanto mais conteúdo, melhor.

Hoje, sem a ajuda dos algoritmos, suas postagens não terão efeito. Por isso é importante se habituar a eles e ficar de olho nas mudanças, assim, fica mais fácil obter resultados na sua comunicação no ambiente digital.

 

E se você quer melhorar ainda mais sua performance nas redes sociais, aprenda a fazer a segmentação no Facebook Ads.

Matilha Big Jungle
Criativos Por Natureza
Especialistas no seu Negócio

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados